Faringoplastia Lateral-Expansiva – Técnica de Cirurgia para Apneia do Sono

No Congresso Mundial de ORL da IFOS (Federação internacional da Sociedade de Otorrinolaringologia), realizado no período de 24 a 28 de junho de 2017 em Paris, o Dr. José Antonio Pinto ministrou uma palestra, onde apresentou a técnica de Faringoplastia Lateral-expansiva. Em abril de 2018 a mesma técnica foi apresentada em Munique pela Dra. Heloisa no congresso ISSS ( Internacional Society of Sleep Surgery) Neste artigo, saiba mais sobre esta nova técnica de cirurgia para apneia do sono.

A Faringoplastia Lateral-expansiva é uma técnica cirúrgica que combina dois procedimentos: a Faringoplastia Lateral e a Expansiva. Esta abordagem cirúrgica modifica as funções dos músculos da garganta, diminuindo o colapso das vias aéreas superiores.

Faringoplastia Lateral-Expansiva - Técnica de Cirurgia para Apneia do Sono

A Cirurgia para Apneia do Sono

O objetivo do tratamento cirúrgico da apneia do sono é reduzir a colapsibilidade das vias aéreas superiores. A faringe desses pacientes é mais colapsável, tanto estruturalmente quanto funcionalmente. As técnicas cirúrgicas de tratamento, além da traqueotomia, reduzem o estreitamento das vias aéreas superiores removendo os tecidos moles do espaço   faríngeo ou mobilizando os ossos adjacentes para aumentar a via aérea.

Devido à inervação complexa da faringe, parece improvável que a apneia do sono seja causada por um comprometimento faríngeo funcional focal. Essa impressão pode ser identificada nos achados do exame de imagem. Portanto, as cirurgias devem abordar toda a faringe colapsável.

Recentemente, foi demonstrado que a osteotomia de avanço maxilar e mandibular dá suporte às paredes laterais da faringe através dos músculos constritores e que  poderia explicar o sucesso desse tratamento.

Cirurgia para Apneia do Sono – A Faringoplastia Lateral

Outra opção cirúrgica para o tratamento da apneia do sono é a alteração das propriedades da parede muscular da faringe para dissecar toda a faringe colapsável.

A faringoplastia lateral reposiciona a musculatura faríngea, dando suporte à parede lateral da faringe  produzindo melhora subjetiva e objetiva do sono em pacientes com apneia do sono, já que manipula diretamente o músculo constritor superior da faringe para aumentar a via aérea superior.

Cirurgia para Apneia do Sono – A Faringoplastia Expansiva

Sabe-se que a parede lateral da faringe contribui para o colapso das vias aéreas superiores em muitos pacientes com apneia obstrutiva do sono (AOS). É difícil criar tensão suficiente nas paredes laterais da faringe para evitar seu colapso.

A faringoplastia lateral tem como objetivo abordar o colapso lateral da parede faríngea em pacientes com apneia obstrutiva do sono. No entanto, no pós-operatório, muitos pacientes apresentaram disfagia prolongada. A faringoplastia expansiva é uma técnica simples que tensiona as paredes laterais da faringe e impede seu colapso em pacientes com apneia obstrutiva.

A técnica consiste basicamente em tonsilectomia, faringoplastia expansiva, rotação do músculo palatofaríngeo, uvulectomia parcial, e fechamento dos pilares tonsilares anterior e posterior. Este procedimento pode ser realizado isoladamente ou como parte da cirúrgia multinível no tratamento da apneia do sono.

Desenvolvimento da Técnica de Faringoplastia Lateral-expansiva

Foi realizado um estudo de coorte retrospectivo, avaliado pelo Comitê de Ética e Investigação do Centro Universitário de Hospital Privado na cidade de São Paulo.

Foram revisados registros médicos de pacientes submetidos a Faringoplastia Latera- Expansiva entre janeiro de 2012 e dezembro de 2016, para tratamento de sintomas da Síndrome da Apneia do Sono. Entre os critérios de exclusão estavam a presença de deformidade craniofacial e obstrução de base da língua.

A Nova Técnica Cirúrgica para Apneia do Sono Apresentada no IFOS 2017 e ISSS 2018

Veja nas imagens a seguir os procedimentos realizados com esta técnica cirúrgica:

Aspecto Inicial

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

Elevação e Secção do Músculo Constritor da Faringe Superior

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

Secção do Músculo Palatofaríngeo

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

 

Fixação do Músculo Palatofaríngeo, Através do Túnel Palatino

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

 

Aspecto Final

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

Resultados dos Procedimentos

A associação de ambas as técnicas fornece uma melhor expansão das paredes faríngeas, para tratar a obstrução retropalatal e lateral. Veja os níveis de redução do índice de apneia-hipopneia:

 

Faringoplastia de Expansão Lateral

Como efeito secundário, foi observado disfagia transitória.

A faringoplastia de expansão lateral representa uma nova estratégia cirúrgica para o tratamento de diminuição do colapso palatal, combinando duas técnicas diferentes já difundidas mundialmente: Faringoplastia Lateral e de Expansão.

O uso destas técnicas em um procedimento único proporciona uma melhora objetiva no sono e na saúde do paciente.

Referências

Cahali MB. Faringoplastia lateral: um novo tratamento para a síndrome da apneia hipopnéia obstrutiva do sono. Laringoscópio 2003; 113: 1961-1968

Pang KP, Tucker Woodson B. Faringoplastia do esfíncter de expansão: uma nova técnica para o tratamento da apneia obstrutiva do sono. Otolaryngol Head Neck Surg 2007; 137: 110–114

Sorrenti G, Piccin O. Faringoplastia de Expansão Funcional no Tratamento da Apnéia Obstrutiva do Sono. Laringoscópio. 2013; 123: 2905-2908

Artigo publicado em: 12/11/2017.

Artigo atualizado em: 22/02/2019.

Comente

Call Now Button