Dia Mundial da Voz – Como Evitar a Disfonia

Dia Mundial da Voz – Como Evitar a Disfonia
5 (100%) 4 votos

Hoje, 16 de abril, comemoramos o Dia Mundial da Voz.

Dia Mundial da Voz

A voz é uma ferramenta primordial de comunicação entre os seres humanos, e carrega traços de personalidade, gênero, faixa etária e estado emocional de cada um, além de enriquecer a transmissão de uma mensagem ou um sentimento.

Para os profissionais da voz, ou seja, aqueles que fazem uso constante da voz em sua vida profissional, o recurso representa muito mais do que uma ferramenta de comunicação: trata-se de um instrumento indispensável de trabalho.

No caso dos profissionais que utilizam sua voz como ferramenta de trabalho, é fundamental que sua voz seja bem projetada, com uma articulação precisa, sonoridade, ritmo e velocidade adequados, para expressar seus pensamentos com clareza.

Professores, cantores, atores, apresentadores, repórteres, operadores de telesserviços, secretárias, médicos, entre outros profissionais, sem dúvida, estão mais expostos a alterações na propagação da voz, e os mesmos são os principais interessados em manter sua integridade.

Neste dia Mundial da Voz, vamos abordar como os profissionais que utilizam a voz podem evitar a disfonia e cuidar melhor da saúde vocal.

Dia Mundial da Voz e Disfonia

A disfonia trata-se de qualquer alteração na emissão vocal que limite, dificulte ou impeça a propagação natural da voz. Entre os tipos mais comuns de disfonias estão o cansaço vocal, rouquidão e dificuldade para projetar a voz.

No caso dos profissionais da voz, a disfonia está na categoria etiológica funcional, uma vez que as alterações vocais são consequência do uso inadequado ou abusivo da própria voz.

A disfonia é consequência da demanda vocal excessiva presente na carga horária destes profissionais, aliada ao uso prolongado da voz, acúmulo de funções, ritmo de trabalho estressante, exposição a fatores inapropriados do ambiente, entre outros.

O sintoma de disfonia pode impactar negativamente no rendimento profissional do indivíduo. Existem alguns cuidados que devem ser adotados pelos profissionais da voz para evitar a disfonia e evitar que esta prejudique sua ferramenta básica de trabalho.

Dia Mundial da Voz – Como Evitar a Disfonia

Para manter a integridade, saúde e funcionalidade da voz, sobretudo dos profissionais que utilizam a mesma como ferramenta de trabalho, existem alguns métodos de prevenção que evitam o surgimento de disfonias.

Alguns destes métodos são comuns para todos os profissionais da voz, tais como limitar o tempo diário de uso da voz, exercitá-la com regularidade, realizar intervalos periódicos durante a jornada de trabalho, manter os hábitos de higiene vocal diários, entre outros.

  • Hidratação

Um dos métodos de prevenir e tratar a disfonia é manter o corpo hidratado: um organismo bem hidratado favorece maior lubrificação da laringe, fator que exige menor esforço à fonação e, consequentemente, melhora a produção vocal.

A recomendação dos especialistas é ingerir dois litros de água diariamente. O hábito de beber água não deve anteceder somente o exercício profissional, e sim, ser algo presente no cotidiano.

Todos os profissionais da voz devem ter acesso à água no ambiente de trabalho; conhecendo os benefícios que a ingestão regular de água oferece à sua saúde vocal, os profissionais passam a utilizá-la como método preventivo da disfonia.  

  • Uso de Microfone nas Salas de Aula

Aproximadamente 95% dos professores sofrem de pelo menos uma das alterações vocais, tais como: rouquidão, ardência, cansaço, sequidão, sensação de corpo estranho e falhas na voz. Cerca de 72% dos professores são considerados disfônicos.

Um método eficaz de prevenção contra a disfonia nos professores é o uso de microfone nas salas de aula, para que o esforço em propagar a voz seja menor. Entretanto, a maioria das escolas e universidades não oferecem esta infraestrutura aos seus funcionários.

  • Hábitos Alimentares

Os hábitos alimentares também podem favorecer um quadro de disfonia: quando mal balanceada, a dieta pode afetar a voz, devido à passagem do suco gástrico para a faringe e a laringe.

Para evitar a laringite, as pessoas devem evitar laticínios, chocolates, alimentos condimentados, gordurosos e café antes do exercício profissional da voz.

Profissionais da Voz e Disfonia – Buscando Ajuda Médica

Professores, cantores e todos os demais profissionais da voz devem procurar ajuda médica diante da manifestação da disfonia. O profissional especializado em diagnosticar e tratar os distúrbios de comportamento vocal é o médico otorrinolaringologista.

Não exite em buscar ajuda médica! Somente o especialista saberá prescrever com propriedade o tratamento adequado e as orientações corretas para que a disfonia dê espaço ao uso saudável da voz.

Comente